Como iniciar-se no uso de retinol - O ingrediente que faz magia pelas rugas - skinperfection by bluevert

Carrinho

SKINBLOG

VEJA AS NOTÍCIAS MAIS RECENTES

Retinol

Como iniciar-se no uso de retinol

O ingrediente que faz magia pelas rugas

Conheça a melhor forma de incorporar este ingrediente antienvelhecimento na sua rotina.

 

 

 

 

Os sinais de envelhecimento podem ser combatidos à noite com este princípio ativo.

Não há ingrediente mais lendário do que o retinol no que diz respeito ao combate às rugas. Embora não seja um ativo novo, nos últimos anos tornou-se a grande sensação dos cosméticos devido à sua alta eficácia contra o envelhecimento da pele. Porém, concordam os especialistas, saber utilizá-lo é fundamental para obter os resultados esperados.

O retinol é um derivado da vitamina A e pertence ao grupo dos retinóides, descobertos na década de 80 e considerados pelos dermatologistas desde então como o ingrediente tópico mais ativo e eficaz no rejuvenescimento facial. Em resumo, são moléculas capazes de mudar a forma como as células funcionam:

 

  • Favorecem o aumento da formação de colágeno e elastina
  • Promove o aumento da taxa de renovação celular
  • Ajudam a dispersar os grânulos de melanina na epiderme

 

Externamente, isso traduz-se numa melhoria da textura, esbatimento das rugas e aumento da firmeza da pele, ao mesmo tempo que reduz as manchas de hiperpigmentação.

 

Os anos 30: a linha de partida

 

Os especialistas dizem que o retinol é para a pele e que o exercício físico é para o corpo. É um bom companheiro em quase todas as fases da vida, adaptando a sua concentração às necessidades da pele, podendo ser usado desde a adolescência para tratar a acne e suas marcas ou a partir dos 30 anos onde o seu uso costuma ser focado no fotoenvelhecimento e tratamento de melasma. Na verdade, as peles que usam retinol são as que melhor envelhecem do ponto de vista da saúde, no entanto, o seu uso é desaconselhado durante a gravidez e a lactação.

 

 

Como começar: aos poucos

 

O retinol pode causar irritação se usado com muita frequência ou em concentração excessiva e, de facto, é normal que a pele fique levemente vermelha ou irritada quando começa a aplicar cosméticos contendo este ingrediente. Por isso o ideal é incorporá-lo aos poucos na rotina dos cuidados de pele e em concentrações baixas, cuidado esse que deve ser levado em consideração especialmente por pessoas com pele sensível ou com problemas como rosácea ou dermatite atópica.

 

A principal diferença entre um retinol prescrito por um dermatologista e aquele que podemos comprar na farmácia sem prescrição médica é que o primeiro provavelmente será mais concentrado. Ao deslocar-se à farmácia por sua iniciativa para comprar um produto contendo retinol, é melhor começar com uma concentração baixa (entre 0,1 e 0,2 %) e aumentar progressivamente. Não se esqueça que poderá sempre contar com o aconselhamento do seu farmacêutico e/ou médico dermatologista.

 

Para além da importância de uma concentração adequada, o tipo de retinol também deverá ser adequado às necessidades de cada pele: uma pele mais resistente poderá usar um retinol puro a 0,3%, enquanto uma pele sensível aceitará melhor um palmitato de retinol abaixo do 1% como o utilizado nos produtos SkinPerfection by Bluevert (Night Serum e Eye Contour). O seu uso deve ser progressivo e de acordo com a tolerância: nas duas primeiras semanas podemos aplicá-lo a cada três dias e alternar com outro cosmético menos intensivo. Com essa frequência já será eficaz; depois tudo vai depender da resistência da nossa pele, podemos usar em dias alternados e até diariamente se a pele suportar.

 

As rugas são combatidas à noite

 

Sabemos que à noite muitas coisas boas acontecem à pele e que é a melhor altura para tratar os sinais de envelhecimento. Além disso, o retinol tem a particularidade de ser uma molécula fotossensível, degradando-se rapidamente na presença de luz solar, diminuindo a sua eficácia. Apesar de não ter um efeito fotossensibilizante direto, o uso de retinol durante o dia pode potenciar e exacerbar alguma inflamação prévia da pele aquando da exposição solar (especialmente a desprotegida). Devido a estes factos, embora existam opções projetadas para aplicar pela manhã (que devem ser sempre acompanhadas de protetor solar), o mais comum é incorporá-lo à rotina noturna.

 

Como aplicar? Sempre diretamente na pele limpa e seca. Aplique uma pequena quantidade de produto, à noite, com movimentos suaves. Depois aplique o creme facial Skin Perfection Ultimate Facial Cream.